Seu Ico – Teodorico Pereira, (1926 – 2006) –, como era conhecido na região de Pirenópolis, foi ícone do bom-humor, desprendimento das coisas materiais, respeito, amor à natureza e autoconhecimento sobre questões ambientais. Alegre, contador de histórias, Seu Ico, em uma de suas pérolas, fala de um estrangeiro que ao se deparar com um pé de lobeira – árvore do cerrado – e apalpar seu fruto comenta com a mulher: nossa meu bem, que tamanho de jiló!

Os feitos de Seu Ico o levaram as telas do cinema. Foi personagem central do filme ICOLOGIA apresentado no VII FICA – Festival Internacional do Cinema Ambiental na cidade de Goiás. Vencedor de duas categorias do festival: melhor filme e melhor fotografia, ICOLOGIA trouxe luz e atenção às questões ambientais de Pirenópolis e do mundo.

Através de pesquisas na internet é possível ver que seu Ico se transformou em uma espécie de referência regional sobre questões ambientais. Por essas e outras que Regina Casé fez uma homenagem especial levando-o ao seu programa Brasil Central, na TV Globo.

No cinema, Seu Ico já encanta a plateia nos primeiros instantes. Suas características e habilidades naturais são exploradas ao máximo na telona. Seu Ico envolve profundamente a plateia ao som da gaita companheira de longas aventuras, com uma conversa caipira e leve, e com seus passos longos subindo uma ladeira.

Também deixa os espectadores atentos a cada cena, como se quisessem aprender a fundo tudo o que o cientista autodidata de 80 anos tinha para ensinar. Em apenas 26 minutos de documentário, Seu Ico dá uma aula sobre ecologia, farmacologia, sobre a força da natureza e sobre as crenças religiosas deixando um recado contundente e convincente sobre a destruição da natureza pelas ações humanas.

Posts Relacionados

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *