Foram necessários quatro anos de intenso trabalho para que a Associação Cultural e Ecológica dos Artesãos em Prata de Pirenópolis (Aceapp) conquistasse o Selo IG — o maior título de certificação de produto nessa área de confecção de jóias de prata. A Aceapp contou com o fundamental apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Goiás (Sebrae-GO), que foi responsável pela inclusão de Pirenópolis no seleto grupo de municípios brasileiros que receberam o selo de Indicação Geográfica para seus produtos especiais. Essa honraria, concedida à cidade, confere oficialmente à Pirenópolis o status de Capital da Prata do Centro Oeste.
Com o título, a prefeitura municipal, o SEBRAE e a Aceapp irão realizar, no próximo dia 06 de dezembro, no Cine Pireneus, a solenidade de entrega do título e uma placa alusiva à conquista. O evento ocorre às 19hs.
O Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), concedeu o Selo IG após rigoroso processo de análise da história, qualidade e originalidade dessa arte, que surgiu no final dos anos 70. Sua história tem início com a chegada de um grupo de pessoas que escolheram a região para fundar uma comunidade alternativa denominada Terra Nostra. Vários deles aprenderam o ofício em viagens a países de tradição joalheira em prata e ensinaram o oficio em seus ateliers para jovens moradores da cidade. Hoje, a cidade possui oito lojas comercializando joias de prata e o grupo de antigos aprendizes trabalha por conta própria e o número de artesãos joalheiros é de aproximadamente de cem pessoas.
O INPI informa que, com a indicação de Pirenópolis, o país passa a ter 64 registros de indicações geográficas nacionais — 53 de procedência e 11 denominações de origem, que é quando as características do meio geográfico conferem propriedades específicas a um produto. Além das nacionais, o Brasil reconhece nove denominações de origem de bens de outros países, como o Champagne, da França.
O título será um grande atrativo para que amantes e colecionadores da arte joalheira queiram vir conhecer as jóias, que mereceram o selo de IG de Procedência. Com isso, ganha o setor turístico, a arrecadação municipal e consequentemente a população local com a criação de mais empregos e renda.
As jóias artesanais em prata produzidas em Pirenópolis são as mais novas indicações geográficas brasileiras na modalidade de Indicação de Procedência. O selo reconhece e protege o município pelo seu notório modo de criação e produção artesanal de jóias em prata.
A região de Pirenópolis e o Brasil não possuem minas de extração de prata. As joias são produzidas de forma sustentável utilizando prata reciclada, retirada de sucata eletrônica, de radiografias e de resíduos dos ateliers de prata.
A Aceapp conta com 25 associados e sua expectativa é de que com o Selo de qualidade IG, o crescimento deste número de associados aumente e, com isso, ajude a dar maior visibilidade ao trabalho dos joalheiros e garantia de autenticidade para o consumidor.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *