O sistema de captação de enxurradas de parte do Bairro do Bonfim, construído pelo Quinta
Santa Bárbara Eco Resort, mostrou-se eficiente. Após inúmeros temporais no final de janeiro
de 2020, que antes alagavam casas na rua Santa Bárbara, destruíam o entorno e os terrenos
abaixo dessa rua, assoreavam a nascente existente na área da pousada, provocavam danos ao
córrego Pratinha e contribuíam com inundações na parte baixa do Centro Histórico (Ponte de
Pedra e início da Rua do Lazer), estão sendo evitados com a implantação da obra de infraestrutura construída pelo Quinta Santa Bárbara. Foram investidos aproximadamente 3 milhões
de recursos próprios nessa obra que beneficiou a municipalidade. Agora, àquelas casas que
inundavam valorizaram e, o mais importante, seus moradores há mais de dois anos não
sofrem com alagamentos nos seus lares. O Senhor Ariosvaldo Almeida, morador da rua Santa
Bárbara há 20 anos, viveu de perto o drama das inundações.”Antes das obras de infraestrutura a rua alagava porque as águas pluviais não tinham para onde ir, então dava enchente
até quebrar os muros do hotel e entrava água dentro das casas de todo mundo aqui, inclusive
na nossa casa.. Os carros estragavam e ficavam quebrados também. Após as obras nunca mais
houve enchente, ficou normal…ficou bom pra nós aqui”, comenta aliviado. A mesma situação
tirava o sono da senhora Maria Margarida, que vive ali por mais tempo – 40 anos. Sua família
sofreu no bolso com as chuvas. “Antes toda vez que chovia alagava tudo, vinha muito lixo, teve
um ano que o carro do meu genro foi arrastado pela enxurrada e jogado dentro de uma valeta.
O carro do meu marido também foi danificado pela enchente. Após as bocas de lobo acabaram
as enchentes. Foi uma benção” afirma dona Margarida que se diz chateada com a interrupção
das obras do Eco Resort. Segundo ela o empreendimento seria muito bom para Pirenópolis.
Com esse investimento feito pelo Quinta Santa Bárbara o meio ambiente, protegido, agradece
com o aumento do volume da nascente e recuperação da área verde destruída pelas
enxurradas. Parte do centro histórico também teve reduzido o impacto das enchentes.
É um trabalho constante de manutenção, prejudicado por questões judiciais, que impedem
avanços. A equipe de trabalhadores do Quinta Santa Bárbara realizou nessa quinta-feira (23
jan 2020) mutirão de limpeza e desobstrução das bocas de lobo, retirando lixo e entulhos.

Posts Relacionados

SEU PET É VIP EM PIRI

08/09/2020 - 10:14

18

Partiu Pedal! Partiu Piri!

28/07/2020 - 16:12

18

Piri: aguerrida e solidária

22/05/2020 - 16:41

18

Piri e os encantos do Outono

31/03/2020 - 13:58

18

Piri: um gesto de amor

20/03/2020 - 15:10

18

Carnaval sem lixo em Piri

17/02/2020 - 17:14

18

Um Comentário

  1. Manoel Claudio Mendes e Silva

    Vcs estão vendo só pelo lado de valorização, estão querendo transformar a bucólica Pirenópolis em uma Cidade Insustentável. Tinham outros locais para fazer. Não precisava ser na Santa Bárbara. O Centro vai insuportável para população local., visitantes.
    Melhor sería fazer no trevo da saida da pedrera e cachoeiras. Que não causaría impacto de tránsito e vizinhaça. E povo agradeceria.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *