A aposta do grupo que administra o Eco Resort Quinta Santa Bárbara em investir pesado no sistema de drenagem das águas pluviais na Rua Santa Bárbara, no bairro Alto do Bonfim, valeu à pena. O sistema passou por um grande teste nesta quinta (16) com a tempestade que atingiu a cidade derrubando árvores, destelhando casas e provocando enchentes. O grande volume de água que caiu sobre Pirenópolis, em outras épocas, teria alagado todas as casas que margeiam o terreno do Eco Resort e assoreado o Córrego Pratinha.

Com as bocas de lobo e as águas direcionadas para o leito do córrego, a natureza agradeceu e os moradores da região puderam dormir mais tranquilos, sem contabilizar prejuízos e sem riscos de mortes e carros sendo levados pelas enxurradas, como acontecia no passado antes da implantação do sistema. Ao longo da via foram construídos vários conjuntos de bocas de lobo, para dar vazão à enxurrada gerada pelas chuvas. Além disso, a obra de engenharia construiu cerca de 450 metros de galerias pluviais.

A infraestrutura de drenagem deu fim aos alagamentos e a um forte processo erosivo no terreno do Eco Resort que, se não fosse contido, poderia afetar as áreas mais baixas da cidade como a Ponte de Pedra e a Rua do Lazer. O sistema funcionou bem, segundo os engenheiros responsáveis, provando seu benefício à cidade. Essa é mais uma demonstração da responsabilidade socioambiental do empreendimento, que prefere crescer com Pirenópolis e com a comunidade.

Posts Relacionados

Os frades de Pirenópolis

28/02/2020 - 10:25

8

Carnaval Cultural

20/02/2020 - 17:35

8

Carnaval sem lixo em Piri

17/02/2020 - 17:14

8

Sem rumo em Piri

31/01/2020 - 15:15

8

Seja feliz em Pirenópolis

28/01/2020 - 17:14

8

CHUVAS TORRENCIAIS EM PIRI

23/01/2020 - 19:04

8

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *