Objetivo do evento é buscar alinhamento entre gestores, técnicos e especialistas para a elaboração do Plano Diretor de Arborização e Ajardinamento da cidade

Os cuidados com a arborização no espaço urbano são o tema do Seminário de Ordenamento da Arborização de Pirenópolis, marcado para a próxima sexta-feira (27), no Centro Cultural Ita e Alaor, no Centro Histórico da cidade. O evento, que será aberto às 8 horas, é aberto para aqueles que queiram contribuir com a elaboração do Plano Diretor de Arborização e Ajardinamento da cidade. A entrada é gratuita.

De acordo com o organizador do seminário e coordenador da Câmara Técnica de Arborização do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema), Rogério Dias, o objetivo é apresentar e alinhar conhecimentos e experiências de gestores, técnicos, especialistas e moradores de Pirenópolis para a formação do Plano Diretor de Arborização e Ajardinamento da cidade. “O principal ponto é buscar contribuições para a elaboração da resolução que estabelecerá o ordenamento da arborização”, explica Rogério, que também é biólogo.

Para a mesa de abertura do evento foram convidados os secretários municipais de Agricultura e Meio Ambiente, Valdeir Alves da Silva; de Educação, Patrícia Damaceno; e Infraestrutura e Trânsito, Floriano Lobo. Ainda estão previstas palestras com o sócio-proprietário do viveiro Pau-Brasília, Nicolas Behr; com o professor de planejamento urbano e paisagismo da PUC Goiás e fundador da Associação para Recuperação e Conservação do Ambiente (Arca), Everaldo Pastore; e apresentação do projeto de resolução do Condema para o Ordenamento da Arborização e Ajardinamento de Pirenópolis.

Rogério destaca que o principal desafio da gestão da arborização em Pirenópolis é superar a falta de recursos. “O município tem que se adequar com o recurso existente, mas a cidade ainda não tem muitos recursos humanos e financeiros para suprir todas as demandas. O seminário busca ver, de uma maneira técnica, caminhos para manter e até mesmo melhorar a arborização da cidade com os recursos disponíveis”, explica o coordenador da câmara.

Movido pelo respeito ao meio ambiente e integração a natureza e arquitetura da cidade, o Quinta Santa Bárbara é o PRIMEIRO ECO RESORT de Pirenópolis.

E VOCÊ PODE SER UM DOS EXCLUSIVOS PROPRIETÁRIOS!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *