Foliões levam bênçãos do Divino Pai Eterno às Fazendas entre os dias 25 maio e 2 de junho. Evento chega a receber até 12 mil pessoas, de acordo com organizador

Apesar de ter no espetáculo das cavalhadas que ocorre no próximo mês, o seu ponto alto, a Festa do Divino Espírito Santo em Pirenópolis é composta por várias manifestações populares que movimentam a histórica cidade goiana desde o início do ano e envolvem moradores e visitantes num riquíssimo universo folclórico e religioso.

Uma dessas manifestações são as centenárias folias do Divino que terão início no próximo dia 25 de maio (sábado), quando os foliões se encontrarão, às 14 horas, na casa do imperador da festa este ano Celmo Sousa e, de lá, seguirão para a Fazenda Genipapo. Durante oito dias, os cavaleiros visitarão fazendas e povoados e retornarão à Pirenópolis no dia 1º de junho para a entrega das bandeiras na casa do imperador, após dar o tradicional giro pela cidade. Essa peregrinação pelas várias propriedades rurais da cidade é feita, por muitos, ao modo sertanejo.

As centenas de cavaleiros se reúnem e passam pela zona rural de Pirenópolis para arrecadar oferendas que serão entregues ao imperador Celmo Sousa. A arrecadação é usada para custear algumas despesas da Festa do Divino. “O valor da arrecadação não é muito alto, mas ajudar a custear algumas demandas que temos”, destaca o imperador.

De acordo com o coordenador da folia, o alferes Wellington Alves de Bastos, mais conhecido por Litão, de 63 anos, os pousos durante a semana chegam a reunir entre 3 e 4 mil foliões. “No último dia, na Fazenda Seringueira, cerca de 10 a 12 mil pessoas participam da festa, vindos do interior de Goiás, de Goiânia e Brasília”, explica.

Segundo Wellington, os foliões sempre são bem recebidos pelos fazendeiros, que para retribuem as bênçãos ao longo do ano oferecem uma grande fartura de comida e bebida. Já os os foliões, em cada pouso que fazem promovem rodas de orações e cantorias em homenagem ao Divino.

Wellington participa da organização dos pousos nas fazendas há 25 anos, quando substituiu o tio, Otávio Francisco de Moraes, que acabou falecendo minutos após a entrega das bandeiras ao Imperador da cidade no ano 1994. “Seguir a tradição dele é muito importante porque ele vivenciou com muito amor esta folia. Temos muita fé no Divino Espírito Santo e é uma missão que devemos continuar”, disse o coordenador.

Folia Renovação Carismática
Uma semana antes da tradicional Folia Rural, no dia 17 de maio, ocorre também a saída da Folia promovida pela Renovação Cristã. Realizada há 16 anos por iniciativa do Padre Luiz Virtuoso, a tradição reúne cerca de 120 cavaleiros que saem da Igreja Matriz, às 9 horas, em direção à zona rural de Pirenópolis. O grupo retorna à cidade no dia 26, às 15 horas, quando retornam à Igreja Matriz.

De acordo com o coordenador da folia, o vereador Marcelo Louredo da Cunha, o Marcelinho da Farmácia, as missas durante a peregrinação acontecem todos os dias, às 19 horas, enquanto que o terço cantado acontece às 9 horas. “O objetivo é que toda a comunidade participe, além de evangelizar durante os pousos. É um encontro movido por catira e que não tem bebidas alcoólicas”, explica. Ao todo, são realizadas nove missas e 27 terços durante as visitas às fazendas.

Confira as fazendas e as datas de pousos:
Tradicional Folia Rural
25/5, às 14 horas: Casa do Imperador Celmo Sousa
25/5: Fazenda Genipapo
26/5: Fazenda Raizama
27/5: Estrada das Araras
28/5: Fazenda Santa Rita
29 e 30/5: Povoado de Caxambú
31/5: Fazenda Pinheiro
1/6: Fazenda Seringueira
2/6: chegada e entrega das bandeiras na casa do Imperador

Folia da Renovação Carismática
17/5, às 9 horas: Igreja Matriz
17/5: Fazenda Raizama;
18/5: Fazenda Contendas;
19/5: Fazenda Engenho São Benedito;
20/5: Comunidade da Chapada;
21/5: Fazenda Chapada;
22/5: Comunidade do Retiro;
23/5: Fazenda Engenho Santa Rita
24/5: Fazenda Furnas;
25/5: Comunidade Mar e Guerra
26/5, às 15 horas: chegada à Igreja Matriz.

 


 

Movido pelo respeito ao meio ambiente e integração a natureza e arquitetura da cidade, o Quinta Santa Bárbara é o PRIMEIRO ECO RESORT de Pirenópolis.

E VOCÊ PODE SER UM DOS EXCLUSIVOS PROPRIETÁRIOS!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *