Por se tratar de uma região predominantemente rural, o município de Pirenópolis é perfeito para quem curte cavalgar e é apaixonado por cavalos, uma vez que isso faz parte do cotidiano da cidade. Em se tratando do turismo, que é o foco neste texto, a cavalgada é uma atividade bastante usada para geração do fluxo turístico na cidade, principalmente, porque os cavalos alcançam áreas que os carros não chegam, e que são distantes para acessar caminhando.

Pirenópolis conta com trilhas de diversos níveis que passam por matas, campos e cerrados. São percursos curtos e longos com acessos a rios, poços e cachoeiras onde os cavaleiros podem parar e se refrescar. A cavalgada é uma atividade sustentável que promove o turismo e a preservação ambiental. Entidades como a Associação dos Criadores do Cavalo Manga Larga Marchador de Brasília e o Núcleo dos Criadores do Cavalo Manga Larga Marchador de Goiás, com o apoio da Prefeitura de Pirenópolis, realizam vários eventos esportivos na região que contribuem para a disseminação da cultura da cavalgada.

Agregado a isso as entidades ainda desenvolvem ações de saúde e de educação nutricional infantil. Atendimento a cães, distribuição de alimentos à comunidade carente e distribuição de mudas nativas do cerrado para a conscientização da população sobre a preservação da natureza também fazem parte das atividades desse grupo de pessoas que contribuem para a disseminação da cultura do hipismo turístico.

O turismo a cavalo é uma atividade antiga e que vem crescendo dia-a-dia em Pirenópolis. Fabio Akihiko, da Agência Akihiko Turismo, é um dos profissionais que proporcionam essa atração aos turistas.  A partir de 19 de setembro ele reiniciará os passeios.  Segundo Fábio, os trajetos contam com vistas lindas do Cerrado aonde, no percurso, as pessoas chegam à beira de belíssimas cachoeiras e admiram paisagens paradisíacas.

O passeio de 40 minutos para crianças custa R$ 150 e para os adultos, com duração de 11 horas de travessia do bioma, fica por R$ 1.940. Nesse preço estão inclusos o transporte até a trilha, os cavalos e a aula de instruções de montagem. As reservas podem ser feitas pelo telefone (62) 99413-7220.

No mais é bom estar atento às medidas de segurança e procedimentos exigidos dos turistas pela Prefeitura Municipal.

  • é obrigatório o uso de máscara dentro da cidade;
  • aglomeração, nem pensar;
  • o acesso e o banho no rio das almas também estão proibidos.

Seguindo essas recomendações a viagem, certamente, será uma delícia. Nos fins de semana, quando o fluxo turístico é bem maior, a fiscalização das normas é redobrada. Fique atento e bom passeio!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *