A sensação de chegar em Pirenópolis de Goiás é muito gostosa. Ao virar à direita, saindo da rodovia, passando pelo portal da cidade, começa o turbilhão de sentimentos. As emoções e o encantamento dos turistas que visitam a maravilhosa Piri ficam mais intensos quando eles veem o Centro Histórico da cidade. É só reparar nas casinhas coloniais pintadas com esmero para começar a se apaixonar. A energia do calçamento de pedra, as luminárias antigas, o coreto da pracinha e a majestosa Igreja Matriz dão o tom de tudo que vem pela frente. É muito mais do que uma cidade do interior. É a arte que nos abraça por toda a parte e decora esquinas e becos.

Tudo ali, ao ar livre. Basta olhar. Mas isso é só o começo da viagem de encantos. Desça do carro e caminhe pelos becos. Repare nas esquinas! As belezas estão por toda a parte. Comece pela Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário. Antes de entrar, olhe o visual que tem do alto. A natureza e as ruas de pedra que retalham a cidade. Respire profundamente e, ao sair desse local cheio de energia, siga pela Rua Direita e caminhe entre os edifícios antigos do Cine Pireneus, do Teatro de Pirenópolis e do Museu do Divino. Ali funcionaram a antiga Casa de Câmara e a Cadeia.

Depois de conhecer esses espaços, siga para a ponte de madeira sobre o Rio das Almas. O presente dali é o maravilhoso visual do Centro Histórico. A volta ao passado é um delicioso sentimento que invade nosso pensamento. E, antes de continuar o passeio, vale a pena uma paradinha para um delicioso café no Divino Lounge Café, instalado na porta de onde está sendo construído um Eco Resort.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *