Realizado uma vez por mês, projeto reúne amantes da tradicional moda de viola e da música sertaneja

Mesmo em tempos de mp3, música eletrônica, EPs e serviços de streaming, a tradição da moda de viola resiste em Pirenópolis e ainda hoje é passada de geração em geração. Um grupo de cerca de 15 pessoas buscam manter a cultura das antigas serestas e do encontro de violeiros na cidade histórica, por meio do projeto Quinta da Viola, que é realizado uma vez por mês no Cine-Pireneus, no Centro Histórico. Neste mês de outubro tem mais um encontro: na próxima quinta-feira (17), às 20 horas. A entrada é franca.

O evento é uma iniciativa da Associação dos Violeiros de Pirenópolis e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude. De acordo com o presidente interino da associação e um dos idealizadores do projeto, Tomaz Ferreira de Lima, mais conhecido na cidade como “Seu Primo”, afirma que o grande objetivo é não deixar a tradição das serestas morrer. “Eu sou o participante mais velho. Tenho 84 anos, mas o mais novo acho que tem 15 anos. O nosso objetivo está dando certo”, comemora.

Lançado em 2006 e celebrado no Teatro Sebastião Pompeu de Pina até o fechamento do local em 2016, o Quinta da Viola também busca valorizar e dar mais visibilidade aos músicos locais e conta com um repertório repleto com clássicos da moda de viola e do sertanejo de raiz. Porém, o grupo ainda encontra algumas dificuldades para continuar tocando e cantando. “O projeto depende muito do nosso esforço, porque todo o trabalho é voluntário. A prefeitura dá o local e a energia. O resto tiramos do bolso para ajudar o deslocamento dos companheiros que moram na zona rural e contamos com alguns patrocínios também”, destaca o presidente da associação.

Seu Primo ainda reforça que cada apresentação reúne cerca de 80 a 100 pessoas no Cine-Pireneus, inclusive alguns visitantes da cidade vindos, principalmente, de Goiânia e Brasília. “O mais importante é que quem participa vai porque gosta. Recebemos muitos elogios e os turistas valorizam muito o nosso evento”, destaca o presidente.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *