Agência goiana desenvolveu solução gráfica a pedido de cliente que desejava traduzir a atmosfera da cidade através do desenho

Tucano, cavalo, pomba, igreja, coqueiros, cachoeiras. Todos estes e muitos outros elementos serviram de base ao trabalho de profissionais gráficos na produção da identidade visual do Quinta Santa Bárbara Eco Resort, empreendimento hoteleiro que está sendo construído em Pirenópolis, município localizado na porção leste de Goiás, distante 130 quilômetros da capital.

Os profissionais da agência Asteroid Propaganda foram desafiados a construir uma identidade visual que valorizasse a cultura local. O diretor de arte, Rodrigo Caetano, conta que o pedido dos incorporadores era uma identidade, que se harmonizasse a história, a cultura e os valores da cidade, traduzindo assim o respeito do empreendimento ao local.

“Nós procuramos um estilo mais simplificado e que remetesse à atmosfera de resort. Então, achamos interessante utilizar as figuras. Juntamos vários elementos visuais que gerassem identificação com Pirenópolis”, destaca Caetano.

O resultado foi uma ilustração com vários elementos, representados graficamente apenas com traços. O processo de criação foi composto de várias etapas. “Nós chegamos a ir a Pirenópolis, fizemos algumas fotos e tudo que a gente achava que era interessante e forte da cultura local, a gente registrou. Depois montamos um painel semântico, e a partir da análise dele tentamos extrair o máximo de objetos possíveis que pudéssemos representar com traços”, conta Caetano.

Apesar de unir vários elementos, o visual limpo é sensível. A ilustração de cor única tem a letra “Q” que representa o nome do empreendimento discretamente posicionada à direita, harmonizando com os outros símbolos. O processo de criação levou três meses de trabalho da equipe composta por três profissionais.

Entre os elementos gráficos está uma flâmula. O objeto é utilizado nas Cavalhadas de Pirenópolis, uma festa tradicional em que há a encenação das batalhas entre mouros e cristãos. A flâmula serviu de inspiração para o desenho da logomarca do Quinta Santa Bárbara, que também absorveu influência do formato da cidade.

“O principal desafio neste trabalho foi encontrar uma linguagem que pudesse representar todos os elementos e que deixasse a identidade unificada para que a pessoa batesse o olho e visse que aquilo ali faz parte de um sistema”, lembra Caetano.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *