Podemos dizer que, em muitos aspectos, Pirenópolis é uma cidade abençoada por Deus e uma dessas bênçãos, especialmente, é o clima. Pra começar, as temperaturas são as mais amenas da região Centro-Oeste. A estação com precipitação é morna, às vezes abafada e de céu encoberto. Na estação de seca, rola um frio nas madrugadas e o calor chega durante o dia.

Os meses de junho, julho e parte de agosto são quentes durante o dia e de céu praticamente limpo, com um azul anil que se contrasta com as matas verdes. As temperaturas no frio não são inferiores a 15º C e as máximas também não avançam muito mais do que 35º C. Os índices de frequência dos turistas indicam que a melhor época para curtir Piri é do fim de maio ao fim de agosto. Mas as experiências são variadas de acordo com a época.

As temperaturas mais quentes do ano ocorrem a partir da segunda semana de setembro, mesmo assim as médias anuais ficam entre a mínima de 20º C e a máxima de 32 graus. As épocas mais frescas ocorrem por cerca de dois meses e meio, de novembro a janeiro, com máxima de 29º C e mínima de 23º C. Pirenópolis tem cerca de 5, 6 meses de céu com pouca nebulosidade. Bom demais pra quem curte a natureza!

Tudo isso está fora do alcance dos turistas por enquanto, por conta da pandemia, mas com as grandes cidades do entorno como Brasília e Goiânia testando abertura do comércio e áreas de lazer. A esperança é de que, aos poucos, as coisas comecem a voltar ao normal, inclusive o turismo.  Manter a esperança de tempos melhores reduz a ansiedade e traz boas energias. Assim seja! Amém!

Posts Relacionados

AMOR DE PAI

04/08/2020 - 11:13

8

VALOR, AMOR E CAFÉ

31/07/2020 - 11:09

8

Partiu Pedal! Partiu Piri!

28/07/2020 - 16:12

8

FELINOS COM 8 VIDAS

24/07/2020 - 11:22

8

RADICAIS IN NATURE

22/07/2020 - 14:35

8

PEDRAS MISTERIOSAS

16/07/2020 - 14:23

8

MAGIA QUE VEM DO CÉU

10/07/2020 - 16:13

8

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *