Arquitetura colonial, festas religiosas, esportes radicais em meio à natureza e rica gastronomia são atrações de Pirenópolis. Conheça roteiros para aproveitar a charmosa cidade de maneiras diferentes

Hospitaleira e bela, Pirenópolis reúne atrações que agradam uma grande variedade de perfis de turistas que visitam a cidade. Isso porque a cidade possui um alto número de atrações que envolvem uma variada culinária, uma rica arquitetura da época colonial e uma exuberante natureza. Todo esse cenário se mistura com a acolhedora recepção dos moradores da quase tricentenária cidade.

Pirenópolis foi fundada em 1.727 por garimpeiros que se aventuraram na busca do ouro. Desde então, a cidade manteve um Centro Histórico que atrai turistas de todos os cantos do Brasil e do mundo. As centenárias festas religiosas, como a Festa do Divino Espírito Santo também atraem fiéis durante os meses de maio e junho. Aqueles que buscam adrenalina também encontram seu espaço para diversão na cidade com atrações que incluem arvorismo e rapel.

Se você não conhece ou se já conhece e quer desfrutar mais desta charmosa cidade histórica de Goiás, a 125 quilômetro de Goiânia e a 150 de Brasília, apresentamos a seguir vários tipos de roteiros que podem ser feitos pelos visitantes.

Roteiro religioso

Uma das principais marcas da charmosa cidade é a fé e devoção cristã. Exemplo disso está em sua mais intensa festividade: a Festa do Divino Espírito Santo, tombada como Patrimônio Imaterial Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O evento, que se inicia 50 dias após a Páscoa, no domingo de Pentecostes, ainda traz atividades famosas, como as tradicionais Cavalhadas e as Folias Rural e da Renovação Cristã.

O Divino Pai Eterno, junto com São Benedito e Nossa Senhora do Rosário, também é homenageado pela Festa do Doce de Lagolândia, distrito de Pirenópolis que fica a 37 quilômetros da sede do município. Porém, as atrações religiosas não param por aí. O primeiro semestre ainda conta com a Folia de Reis, a festa de São Sebastião e os festejos da Semana Santa. Já o segundo semestre tem, entre outras cerimônias, a Festa do Nosso Senhor do Bonfim e a Festa de Nossa Senhora do Rosário.

Roteiro arquitetônico

As igrejas de Pirenópolis merecem destaque especial neste guia de roteiro turístico. Mantendo suas arquiteturas coloniais, a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, a Igreja de Nosso Senhor do Bonfim e a Igreja Nossa Senhora do Carmo são exemplos de preservação da história de Goiás. As três edificações compõem o Centro Histórico de Pirenópolis, conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico tombado pelo Iphan. Além das Igrejas, o Teatro Sebastião Pompeu de Pina, o Cine-Pireneus, a Casa de Câmara e a Cadeia, o Divino Lounge Café e todo o conjunto de ruas e casarões compõem esse tradicional cartão-postal de Pirenópolis.

Outra atração arquitetônica que mantém as tradições seculares é a Fazenda Babilônia, fundada no século XVIII e que promove o resgate histórico e cultural do período colonial goiano. A edificação feita com paredes de adobe e pau a pique, telhas-coxa sustentadas por esteios e vigas de madeiras ainda conta com cerca de 40 pratos variados feitos com produtos da própria fazenda durante os finais de semana e feriados.

Roteiro natural e radical

A natureza faz parte do dia a dia do pirenopolino. Com 82 cachoeiras espalhadas por toda a zona rural, as opções naturais da cidade são um grande atrativo para quem frequenta a cidade. Além de muita água, há ainda opções de trilhas, como a subida até o ponto mais alto de Pirenópolis, no pico do Parque Estadual da Serra dos Pireneus, que possui mais de 1.385 metros de altura e localizado a 20 km do Centro de Pirenópolis.

Para aqueles que buscam aventuras, a nossa dica é o Santuário de Vida Silvestre Vagafogo, localizado a pouco mais de 6 km do Centro Histórico. Além de piscina natural e trilhas que margeiam o rio Vagafogo, o local conta com um circuito de aventuras com arvorismo, rapel, pêndulo e tirolesa.

Roteiro Gastronômico

Para finalizar um dia cheio de aventuras e passeios pela cidade, nada melhor que sentar Divino Lounge Café, pedir um delicioso café gelado e apreciar o belo pôr do sol da cidade bem no Centro Histórico de Pirenópolis. O turista ainda pode aproveitar a noite para descer até a Rua do Lazer e aproveitar a variedade gastronômica disponível em bares e restaurantes da pacata Rua do Rosário.

Além da comida típica goiana, Pirenópolis também conta com pratos inspirados na culinária de diversos países, como Tailândia, Portugal e Espanha, casos do Bangkok Restaurante, o Bacalhau da Bibba e o Montserrat Gastronomia, respectivamente.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *